Templo dos Orixs


Egb


Episdios de aborto e morte prematura de crianas, jovens e adultos podem ser compreendidos como resultantes da ao dos bk, tambm chamados Emr, espritos pertencentes Egb-bk (Sociedade Abiku). A palavra bk constituda de a, b, () ku, que ignifica tanto nascido para morrer quanto o parimos e ele morreu: designa crianas e jovens que morrem antes de atingir a idade adulta e adultos que morrem antes dos pais. Assim, h duas qualidades de abiku: os bk-omd, que morrem ainda crianas, e os bk-gb, que morrem jovens ou adultos. Tais indivduos estabelecem com a Sociedade Abiku o j or, pacto de retornarem ao orun ao ser atingida determinada idade. Quando uma mulher sofre sucessivas perdas de filhos recm-nascidos, ainda pequenos, jovens ou mesmo adultos, considera-se que esteja sob a ao de um abiku, esprito que nasce mltiplas vezes atravs de um mesmo corpo feminino por determinao do destino dessa mulher, por obra de magia ou por circunstncias de acaso, como a aquisio inadvertida de um abiku por uma grvida que no tenha tomado os devidos cuidados contra isso. Quando uma mulher perde filhos assim, suspeita-se que se trate da ao de bk-omod; e os episdios de perda de filhos sero interrompidos somente se tomadas as necessrias providncias para romper o vnculo desses seres espirituais com a comunidade qual pertencem no orun. Quanto aos bk-gb, o pacto por eles estabelecido com a sociedade determina que o retorno ao orun ocorra em algum momento muito significativo e importante da vida, que pode ser crtico ou de sucesso, como em uma data prxima formatura, ao casamento, ao nascimento de um filho desejado ou a uma conquista social notvel.


Egb Aragb a comunidade espiritual qual pertencem os abikus: constituda pela Egb Aiy (Sociedade de amigos do mundo visvel, Amigos do mundo visvel) e pela Egb run (Sociedade de amigos do mundo invisvel ou Amigos Espirituais) Estando esses dois mundos entrelaados e intimamente relacionados um ao outro, ambos exercem mtua influncia entre si: pode-se presumir que, para que uma pessoa possa viver feliz no aiye, preciso que esteja em harmonia com seus amigos espirituais no orun.


A soluo bsica do problema de quem abiku implica em libert-lo da sociedade qual pertence. De fato, implica em tornar cada abiku indesejvel ao seu grupo de pertena original no mundo espiritual, de modo que no queiram mais conserv-lo naquela sociedade. Sendo os abikus poderosos, preciso muito conhecimento por parte dos sacerdotes que se propem a lidar com eles. Alguns recursos para evitar a morte de um filho abiku e para retirar seu esprito da sociedade qual pertence podem ser utilizados. Atravs de rituais estabelecido um jogo de foras entre Egb Aragb e Egb Abiku: foras de reteno do ser no aiye e foras de resgate deste mesmo ser no orun. Cultos e oferendas so realizados tanto para uns quanto para outros: para esta desistir de retomar seus membros e para aquela proteg-los de serem reconduzidos companhia de seus pares no orun. Egb Aragb atua com Exu pela necessidade de manter o equilbrio entre o aiye e o orun; age com o auxilio tambm de Oxum, pela influncia dela sobre a fertilidade.


Egb significa Sociedade: designa a Sociedade dos Espritos Amigos e se refere, simultaneamente, a um orix e a uma irmandade ou corporao de seres espirituais: trata-se de r igb ou Aragb, que significa Habitante da floresta ou Habitante do alm. Este orix protege contra a morte prematura, acalma o sofrimento material e espiritual e orienta o ori do abiku e de seus devotos a seguir o caminho certo. Atrai progresso econmico e desenvolvimento espiritual, harmonizando esses dois aspectos da existncia. Proporciona tambm os sentimentos de paz, tranquilidade, serenidade e confiana, trazendo a fertilidade em todos os aspectos da vida. Atrai condies para conquistas, domina recursos para promover cura e bem-estar, interfere no destino humano e remove obstculos da vida: transforma lgrimas em sorrisos. Egb Aragb venerado para que se possa receber sua proteo contra seres visveis e invisveis. As pessoas costumam referir-se a ele dizendo Egb mi, minha Sociedade, meus Companheiros. H uma relao importante entre Ibeji e Egb, pois Ibeji liga-se natureza, de modo geral, e floresta, morada de Egb, de modo particular. Para cultuar um preciso cultuar o outro.