Templo dos Orixs


Exu


Inteligente e arguto, Exu o grande mantenedor da ordem, da organizao e da disciplina. Defensor da justia, bom amigo e bom conselheiro, tambm alegre, leal e fiel. Considerado um dos mais importantes orixs do panteo iorub, Exu, o Inspetor Geral de Olodumare e o fiscal dos rituais na Religio Tradicional Iorub, age associado a Orumil-If que, segundo as narrativas mticas, o seu melhor amigo. Relaciona-se com todos os orixs e com todos os seres dos reinos mineral, vegetal, animal e humano. Est sempre presente nos locais de encontro de caminhos, representados pelas encruzilhadas. Presente tambm no encontro do orun com o aiy, favorece o equilbrio entre foras materiais e espirituais, possibilitando a realizao de um bom destino.


Promove alvio para os sofrimentos e, como foi atribudo de poder para manipular o eb, pode influenciar o destino. Nos rituais de eb Exu quem propicia a energia necessria sua manipulao e transporte e a ele que compete estabelecer canais de comunicao entre o sofrimento humano, o eb e as divindades que o recebero para promover alvio do sofrimento humano.


A influncia desse orix sobre um destino, inclusive corrigindo caminhos cuja escolha foi determinada por um mau ori, possvel, desde que seus princpios sejam adotados e respeitados: ordem, organizao e disciplina. Esses princpios se manifestam atravs da prtica de virtudes como lealdade, respeito, coragem, perseverana e, principalmente, pacincia. A ordem surge do caos e a justia, muitas vezes, decorre da injustia. Sendo Exu detentor dos princpios bsicos da paz e da harmonia, a ele compete regular a ordem, impondo disciplina e organizao, opostos da confuso e da desordem. Disciplina e organizao conquistam-se atravs do exerccio da pacincia.


Exu uma personagem controversa, talvez a mais controversa de todas as divindades do panteo iorub. Alguns o consideram exclusivamente mau, outros o consideram capaz de atos benficos e malficos ao mesmo tempo e outros, ainda, enfatizam seus traos de benevolncia. Em grande parte da literatura Exu apresentado como um ser ambguo, uma entidade neutra entre o bem e o mal ou, simultaneamente, bom e mau; por vezes apresentado como o inimigo do homem. Um provrbio iorub elucida a respeito dessa atribuio feita ao Orix Exu: Olot ni t aiy (Aquele que diz a verdade inimigo dos seres): aponta para o fato de que Exu julga e, ao manifestar a verdade, nem sempre agradvel de ouvir, considerado um inimigo.